LetrasBalada do Desajeitado

Dama feat. Salvador Seixas

Última atualização em: 23 de agosto de 2021
1 Tradução disponível1 Tradução disponível

Eu não sei o que é que te hei de dar Nem te sei inventar frases bonitas Mas aprendi uma ontem, só que já me esqueci

Então, olha, só te quero a ti Sei de alguém, por demais envergonhado Que por ser desajeitado, nunca foi capaz de falar Só que hoje, vê o tempo que perdeu Sabes que esse alguém sou eu e agora vou te contar Sabes lá o que é que eu tenho passado Estou sempre a fazer-te sinais, tu não me tens ligado E aqui estou eu a ver o tempo passar A ver se chega o tempo, o tempo de te falar Eu não sei o que é que te hei de dar Nem te sei inventar frases bonitas Mas aprendi uma ontem, só que já me esqueci Então, olha, só te quero a ti Podes crer, que à noite o sono é ligeiro Fico à espera o dia inteiro, para poder desabafar Mas como sempre, chega a hora da verdade E falta-me o à vontade, acabo por me calar Falta-me o jeito, ponho-me a escrever e rasgo Cada vez a tremer mais e às vezes até me engasgo Nada a fazer, e é por isso que eu te conto Que é tarde para não dizer Digo como sei e pronto Eu não sei o que é que te hei de dar Nem te sei inventar frases bonitas Mas aprendi uma ontem, só que já me esqueci Então, olha, só te quero a ti Eu não sei o que é que te hei de dar Nem te sei inventar frases bonitas Mas aprendi uma ontem, só que já me esqueci Então, olha, só te quero a ti

1 Tradução disponível1 Tradução disponível
  • 0

Últimas atividades

Sincronizada porMiguel Areia
Tradução porNadeem Mahomed
Estas letras foram traduzidas em 1 idiomasEstas letras foram traduzidas em 1 idiomas

One place, for music creators.

Get early access