Letra e TraduçãoL'hymne de nos campagne

Tryö

Última atualização em: 25 de Julho de 2017

Letra original

portuguesTradução para Portugues

Si tu es né dans une cité hlm
Se você nasceu numa periferia
je te dédicace ce poème
Eu te dedico esse poema
en espérant qu'au fond de tes yeux ternes
Na esperança que no fundo dos seus olhos ternos
tu puisses y voir un petit brin d'herbe
Você possa ver um talinho de grama
et les mans faut faire la part des choses
E as mãos precisam fazer a sua parte
il est grand temps de faire une pause
Já é hora de se fazer uma pausa
de troquer cette vie morose
De trocar essa vida sombria
contre le parfum d'une rose
Pelo perfume de uma rosa
c'est l'hymne de nos campagnes
Este é o hino dos nossos campos
de nos rivières, de nos montagnes
Dos nossos rios, das nossas montanhas
de la vie man, du monde animal
Da vida, cara, do mundo animal
crie-le bien fort, use tes cordes vocales!
Grite bem alto, use suas cordas vocais
pas de boulot, pas de diplômes
Sem trabalho, sem diploma
partout la même odeur de zone
Por todo lugar, o mesmo cheiro da área
plus rien n'agite tes neurones
Nada mais agita seus neurônios
pas même le shit que tu mets dans tes cônes
Nem mesmo a droga que você mete na cabeça
va voir ailleurs, plus rien ne te retient
Vá ver outros lugares, nada te impede
va vite faire quelque chose de tes mains
Vá rápido fazer algo com suas mãos
ne te retourne pas si tu n'as rien
Não volte atrás se você não tiver nada
et sois le premier à chanter ce refrain
E seja o primeiro a cantar esse refrão

Si tu es né dans une cité hlmTryö

assieds-toi près d'une rivière
Sente-se perto de um rio
Écoute le coulis de l'eau sur la terre
Ouça a água correr sobre a terra
dis-toi qu'au bout, hé! il y a la mer
Diga a você mesmo que no final, ei, existe o mar
et que ça, ça n'a rien d'éphémère
E que isso não tem nada de efêmero
tu comprendras alors que tu n'es rien
Você entenderá então que você não é nada
comme celui avant toi, comme celui qui vient
Como aquele antes de você, como aquele que virá
que le liquide qui coule dans tes mains
Que o líquido que corre nas suas mãos
te servira à vivre jusqu'à demain matin
Servirá para que você viva até amanhã de manhã
assieds-toi près d'un vieux chêne
Sente-se perto de um velho carvalho
et compare le à la race humaine
E o compare à raça humana
l'oxygène et l'ombre qu'il t'amène
O oxigênio e a sombra que ele te traz
mérite-t-il les coups de hache qui le saigne?
Ele merece os golpes de machado que o sangram?
lève la tête, regarde ses feuilles
Levante a cabeça e olhe as suas folhas
tu verras peut-être un écureuil
Você talvez verá um esquilo
qui te regarde de tout son orgueil
Que te olha com todo seu orgulho
sa maison est là, tu es sur le seuil...
Sua casa é lá, você está na entrada
peut-être que je parle pour ne rien dire
Talvez eu fale sem nada dizer
que quand tu m'écoutes tu as envie de rire
Que quando você me escuta, você tem vontade de rir
mais si le béton est ton avenir
Mas se o concreto é o seu futuro
dis-toi que c'est la forêt qui fait que tu respires
Diga a você mesmo que a floresta é que te faz respirar
j'aimerais pour tous les animaux
Eu gostaria, por todos os animais,
que tu captes le message de mes mots
Que você captasse a mensagem das minhas palavras
car un lopin de terre, une tige de roseau
Porque um pedaço de terra, uma haste de cana
servira la croissance de tes marmots!
Servirá ao crescimento dos seus filhinhos!
  • 0

Atividades mais recentes

Sincronizada porMickaël Savary

Musixmatch para Spotify e
iTunes agora está disponível para
seu computador

Baixe agora