LetraLa pomeña

Mercedes Sosa

Última atualização em: 25 de Julho de 2017
Nenhuma tradução disponívelNenhuma tradução disponível
Esta letra aguarda revisão
Se você encontrou erros, por favor nos ajude corrigindo-os.

Eulogia tapia en la poma Al aire da su ternura Si pasa sobre la arena

Y va pisando la luna El trigo que va cortando Madura por su cintura Mirando flores de alfalfa Sus ojos negros se azulan. El sauce de tu casa Esta llorando Porque te roban eulogia Carnavaleando. La cara se le enharina La sombra se le enarena Cantando y desencantando Se le entreveran las penas. Viene en un caballo blanco La caja en sus manos tiembla Y cuando se hunde la noche Es una dalia morena.

Nenhuma tradução disponívelNenhuma tradução disponível
  • 0

Atividades mais recentes

Sincronizada porLuz Kaplan

Musixmatch para Spotify e
iTunes agora está disponível para
seu computador

Baixe agora