LyricsCéreblo

Pato Fu

Last update on: July 25, 2017
No translations availableNo translations available
We detected some issues
If you found mistakes, please help us by correcting them.

(John) Não dá pra entender Esse povo animal

Seco por vingança Sem matar Sem nunca rugir Triste por amor Sem ficar quieto num canto Triste por amor Matar eu nunca mato por prazer É por ódio ou por fome que eu mato E ainda gasto a maior grana Lambendo porcaria Dois mil e novecentos pau Uma porquêra duma árvore de Natal! Céreblo! Céreblo! Cére... blow! Céreblo! Céreblo! Quieto! Quieto! Vingança! Vingança! Não tiro tempo pra voltar atrás Já faz muito tempo Já nem tento mais O quê que há de errado comigo? O quê que há de errado? Não dá pra entender... Dois mil e novecentos pau Uma porquêra duma árvore de Natal!

No translations availableNo translations available
  • 0

Last activities

Musixmatch for Spotify and
iTunes is now available for
your computer

Download now