LyricsVeneno de Cobra

Emília Monteiro, Dona Onete

Last update on: July 21, 2017
No translations availableNo translations available
These lyrics are waiting for review
César Augusto Santos suggested changes to these lyrics.

Três cobras venenosas Saíram pra passear Pelo meio do caminho começaram a prosear Surucucú disse eu mordo quem me pisar jararaca disse eu quem no meu caminho se atravessar A cascavel disse eu mordo e só faça arredar Todo aquele que mordi não viveu pra contar Veneno de cobra tem rémedio sim Quem já foi mordido contou pra mim Pra veneno de cobra tem rémedio sim Quem já foi mordido contou pra mim Tem olho de cobra sim, tem olho de cobra sim Tem olho de cobra sim Quem já foi mordido contou pra mim

No translations availableNo translations available
  • 0

Last activities

Musixmatch for Spotify and
iTunes is now available for
your computer

Download now