LyricsHomenagem à liberdade

ConeCrewDiretoria

No translations availableNo translations available

Irradiado ao sol, luz divina O brilho do seu olho me envolve, prende e fascina Que bom viver a vida. Madrugada, noite e dia

Poesia soa livre e vai de encontro a melodia Eu sempre quis, ser o protótipo piloto da matriz, eu sempre quis Viver a vida livre e ser feliz, eu sempre quis Tenho tudo que quero e não passo necessidade Necessito apenas saciar minha fome de vontade Liberdade... O vento rasga a cara na paisagem Insanidade... Um novo ângulo, uma nova imagem Se a vida me levar, mais um dia anoiteceu Com fé no que acredito, digo: Vida, leva eu De encontro a essa canção, faço a rima com emoção O infinito não é o limite às asas da imaginação Universo é espaço livre, um buraco de escuridão Meu pés em terra firme e a mente em outra dimensão Me deu vontade de cantar, sacudir, me levanta Saudade de gritar: Eu sou livre! A esperança não morreu, um novo dia amanheceu Liberdade, olha eu sei ainda existe Hoje eu não quero saber se o papa morreu Ou se o mundo ainda esta em crise Hoje eu não tenho nenhuma pressa, então nada me estressa Então nem vem de ideia triste Então vai, vai, grita o quanto você é livre... Corra! Essa vai em homenagem a liberdade Porque liberdade é igual a uma árvore Pode brotar em qualquer canto neguinho, de qualquer cidade E é o que faz esse som ecoar no beco No asfalto e no gueto, unir branco e preto E essa é pra quem tava se sentindo preso, irmão Carregue desde o berço que liberdade não tem preço Peço ao pai um pouco de sabedoria Pra iluminar minha mente e mostrar quando for meu dia... O nosso E que não deixe nada me abalar Larga mão de tudo aquilo que hoje tenta travar. O quê? Minha vontade de cantar irmão, fazer um improviso com um violão Transmitir essa ideia nesse som, a minha vontade vem do coração, então Me deu vontade de cantar, sacudir, me levanta Saudade de gritar: Eu sou livre! A esperança não morreu, um novo dia amanheceu Liberdade, olha eu sei ainda existe Hoje eu não quero saber se o papa morreu Ou se o mundo ainda esta em crise Hoje eu não tenho nenhuma pressa, então nada me estressa Então nem vem de ideia triste Liberdade é que eu preciso Tipo ir atrás da liberdade mermo que é Pra isso cê tenha que ser preso, ta ligado? Maluquice, insanidade Cone Crew, Shawlin... Liberdade! Se eu sangrar vai ser por mim e os que tão junto Jamais gratuito, se eu transpirar não vai ser em prol de todo mundo Mas pro azar de muitos que tem o coração imundo A liberdade leva ao topo, andamos muito pelo fundo Eu porto a liberdade vendo a mentira nos outros Eu entendo o que é verdade, não conto nem com a metade Não durmo no ponto, to sempre pronto eu vou até tarde Cada um faz o que quer de acordo com aquilo que sabe E eu faço o que eu quero de acordo com aquilo que posso Sempre de modo sincero, me liberto do que eu desgosto Não gasto se quer um minuto pensando nos zé ruela Que fala mais do que a goela, atravessa nós atropela Vale mais um rap bem feito e um açaí na tigela Quem me conhece já sabe, eu faço de forma singela Jah é testemunha, um abraço, eu acendi uma vela E já esqueci todos os erros cometidos por todos os pelas

No translations availableNo translations available
  • 1

Last activities

Synced byPedro Vieira

Musixmatch for Spotify and
Apple Music is now available for
your computer

Download now